jusbrasil.com.br
22 de Fevereiro de 2020
    Adicione tópicos

    Júri de Tmbó Grande condena réu à pena de 21 anos de prisão

    A primeira sessão do Tribunal do Júri realizada no Município de Timbó Grande, pertencente à Comarca de Santa Cecília, na última sexta-feira (3/4), encerrou seus trabalhos depois de oito horas de debates. O acusado Pedro Karvat foi condenado à pena de 21 anos e 6 meses de reclusão, em regime inicialmente fechado, e ao pagamento de 12 (doze) dias-multa, pelo homicídio duplamente qualificado praticado contra a própria esposa, bem como por porte ilegal de arma. "Houve grande mobilização na cidade, a plenária da Câmara de Vereadores, local do julgamento, permaneceu completamente lotada pelos timbó-grandenses durante todo o dia de trabalho", informa o juiz Rafael Maas dos Anjos, que presidiu o Júri. A sessão foi acompanhada pelo prefeito municipal, Valdir Cardoso dos Santos, e pelo presidente da Câmara de Vereadores, Edson Luiz Batista dos Santos, que apoiaram a realização do evento. O Júri contou com os trabalhos do promotor de justiça Raul Gustavo Juttel e do advogado Emerson Welington Goetten, defensor do réu. Colaboraram, ainda, na realização do Tribunal do Júri, os servidores Miguel Granemann Teixeira, Tassiane Isabel Rohden Rauen, Maurício Farias Couto, Ayres Gaudencio Neto, Nilton José Telles e Wilmar Leite de Goes. (Autos nº 056.08.001331 -2)

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)