jusbrasil.com.br
14 de Dezembro de 2018
    Adicione tópicos

    Comarca de Concórdia promove palestras em escolas para falar de ato infracional

    O ano de 2018 foi marcado por mais um ciclo de palestras nas escolas municipais de Concórdia, à exemplo do que já ocorre desde o ano de 2016. O projeto, intitulado Ato Infracional e suas Consequências Judiciais, é desenvolvido pela oficial da Infância e Juventude Fernanda Vivan, com apoio e supervisão do juiz Samuel Andreis, titular da Vara da Família, Infância e Juventude de Concórdia.

    Os eventos contaram com a parceria da Secretaria Municipal da Educação, através da responsável pelo Programa APOIA, Vanessa C. Tureck de Avila e, neste ano, também com o apoio da Patrulha Escolar, através dos policiais militares Antônio Ferreira Junior e Gabriel Machado. No total, foram oito escolas atendidas e 11 palestras realizadas com o tema "Ato Infracional e suas consequências Judiciais", nos turnos matutinos e vespertinos, ministradass pela oficial da Infância e Juventude Fernanda Vivan.

    As palestras, encerradas no último dia 30, buscam orientar os jovens sobre suas condutas dentro e fora da escola, o procedimento judicial quando há o ato infracional e a aplicação das medidas socioeducativas, assim como trazer uma reflexão sobre a importância de se fazer escolhas saudáveis para a vida.

    Escolas atendidas em 2018:

    EBM Irmão Miguel (Posto Cem): turnos matutino e vespertino

    EBM Elizabetha Pavan (Três de Outubro)

    EBM Romeu de Sisti (Planalto)

    EBM Angelo Ari Biezus ( Linha São Paulo)

    EBM Frei Cipriano Chardon (Cachimbo)

    EBM João Teobaldo Magarinos (Vista Alegre): turnos matutino e vespertino

    EBM Giuseppe Sette (Guilherme Reich): turnos matutino e vespertino

    EBM Parque de Exposições (Parque de Exposições).

    Responsável: Ângelo Medeiros - Reg. Prof.: SC00445 (JP) Textos: Américo Wisbeck, Ângelo Medeiros, Daniela Pacheco Costa e Fabrício Severino

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)