jusbrasil.com.br
28 de Maio de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça de Santa Catarina TJ-SC - Apelação Criminal: APR 0001950-43.2016.8.24.0033 Itajaí 0001950-43.2016.8.24.0033

Detalhes da Jurisprudência
Órgão Julgador
Segunda Câmara Criminal
Julgamento
17 de Janeiro de 2017
Relator
Getúlio Corrêa
Documentos anexos
Inteiro TeorTJ-SC_APR_00019504320168240033_7a9f3.pdf
Inteiro TeorTJ-SC_APR_00019504320168240033_773e9.rtf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

APELAÇÃO CRIMINAL - ROUBO DUPLAMENTE CIRCUNSTANCIADO ( CP, ART. 157, § 2º, I, II)- SENTENÇA CONDENATÓRIA. RECURSOS DEFENSIVOS. APELAÇÃO CRIMINAL - ROUBO DUPLAMENTE CIRCUNSTANCIADO ( CP, ART. 157, § 2º, I, II)- SENTENÇA CONDENATÓRIA. RECURSOS DEFENSIVOS. DOSIMETRIA - PRIMEIRA FASE - PRETENDIDA REDUÇÃO DA REPRIMENDA AO MÍNIMO LEGAL - IMPOSSIBILIDADE - CIRCUNSTÂNCIAS DO CRIME QUE AUTORIZAM O RECRUDESCIMENTO DA PENA - ROUBO PRATICADO DURANTE O REPOUSO NOTURNO.

"As circunstâncias do crime, no entanto, foram corretamente valoradas em desfavor do ora Paciente, que aproveitou do período noturno para realizar a empreitada criminosa.[...]" (STJ, Mina Laurita Vaz). MAUS ANTECEDENTES - ACUSADO MULTIRREINCIDENTE - UTILIZAÇÃO DE UMA DAS CONDENAÇÕES PARA AGRAVAR A PENA BASE - POSSIBILIDADE. "[?] A pena-base foi majorada em 1/6 (um sexto) ante os maus antecedentes do paciente, portador de 3 (três) condenações transitadas em julgado, sendo uma delas utilizada para configurar a reincidência e as outras duas para desabonar os antecedentes, todas transitadas em julgado em momento anterior à prática do crime ora analisado. Assim, a majoração da pena-base está fundamentada em elementos concretos, sendo inaplicável a Súmula 444/STJ. [...]" (STJ, Min. Félix Fischer). SEGUNDA FASE - PEDIDO DE REDUÇÃO POR CIRCUNSTÂNCIA ATENUANTE INOMINADA ( CP, ART. 66)- NÃO CABIMENTO - AUSÊNCIA DE SITUAÇÃO RELEVANTE PARA AMPARAR A BENESSE. "De maneira oposta ao que acontece com as agravantes, que devem obediência ao princípio da taxatividade e que não podem ser interpretadas extensivamente em prejuízo do réu, as circunstâncias atenuantes, por serem aplicadas em benefício do réu, permitem a construção de textos genéricos que dêem liberdade para que o juiz, considerando as circunstâncias do caso concreto, reduza a pena do réu, de forma que melhor atenda ao princípio da individualização da pena [...]" (STJ, Min. Sebastião Reis Júnior) PRETENDIDA COMPENSAÇÃO ENTRE A ATENUANTE DA CONFISSÃO ESPONTÂNEA E A AGRAVANTE DA REINCIDÊNCIA - IMPOSSIBILIDADE - CASO CONCRETO QUE DENOTA MULTIRREINCIDÊNCIA DO RÉU - AGRAVANTE QUE PREPONDERA SOBRE A ATENUANTE. "IV - A col. Terceira Seção deste Superior Tribunal de Justiça, por ocasião do julgamento do Recurso Especial Repetitivo n. 1.341.370/MT (Rel. Min. Sebastião Reis Júnior, DJe de 17/4/2013), firmou entendimento segundo o qual 'é possível, na segunda fase da dosimetria da pena, a compensação da atenuante da confissão espontânea com a agravante da reincidência.' V - Todavia, conforme o entendimento consolidado pela Terceira Seção desta Corte, muito embora se reconheça a compensação da confissão espontânea com a reincidência, em se tratando de réu multirreincidente (três condenações), a compensação integral implicaria ofensa aos princípios da individualização da pena e da proporcionalidade, mormente porque a multirreincidência exige maior reprovação, devendo, pois, prevalecer sobre a atenuante" (STJ, Min. Felix Fischer). TERCEIRA FASE - CAUSAS DE AUMENTO DO EMPREGO DE ARMA E CONCURSO DE PESSOAS - FUNDAMENTAÇÃO ADEQUADA - OBSERVÂNCIA AO ENUNCIADO DA SÚMULA N. 443 DO STJ. O aumento na terceira fase de aplicação da pena no crime de roubo circunstanciado exige fundamentação concreta, não sendo suficiente para a sua exasperação a mera indicação do número de majorantes" (STJ, Mina Laurita Vaz). RECURSOS CONHECIDOS E DESPROVIDOS.
Disponível em: https://tj-sc.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/942450507/apelacao-criminal-apr-19504320168240033-itajai-0001950-4320168240033

Informações relacionadas

Tribunal de Justiça de Santa Catarina TJ-SC - Apelação Criminal: APR 0001950-43.2016.8.24.0033 Itajaí 0001950-43.2016.8.24.0033

Tribunal de Justiça do Paraná TJ-PR - Apelação Crime: ACR 4897767 PR 0489776-7

Tribunal de Justiça de Santa Catarina
Jurisprudênciahá 4 anos

Tribunal de Justiça de Santa Catarina TJ-SC - Apelação Criminal: APR 0001545-31.2016.8.24.0025 Gaspar 0001545-31.2016.8.24.0025

Tribunal de Justiça de Santa Catarina
Jurisprudênciahá 6 meses

Tribunal de Justiça de Santa Catarina TJ-SC - Apelação Criminal: APR 0005790-60.2019.8.24.0064 Tribunal de Justiça de Santa Catarina 0005790-60.2019.8.24.0064

Superior Tribunal de Justiça
Jurisprudênciahá 3 anos

Superior Tribunal de Justiça STJ - AGRAVO REGIMENTAL NO HABEAS CORPUS: AgRg no HC 511235 MS 2019/0143484-8