jusbrasil.com.br
18 de Janeiro de 2022
2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça de Santa Catarina TJ-SC - Apelação Cível : AC 0300669-25.2018.8.24.0092 Capital 0300669-25.2018.8.24.0092

Detalhes da Jurisprudência
Órgão Julgador
Segunda Câmara de Direito Comercial
Julgamento
4 de Dezembro de 2018
Relator
Robson Luz Varella
Documentos anexos
Inteiro TeorTJ-SC_AC_03006692520188240092_ab8ea.pdf
Inteiro TeorTJ-SC_AC_03006692520188240092_919f8.rtf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

APELAÇÃO CÍVEL - AÇÃO DE BUSCA E APREENSÃO - CÉDULA DE CRÉDITO BANCÁRIO - SENTENÇA DE EXTINÇÃO DA DEMANDA POR AUSÊNCIA DE CONSTITUIÇÃOEM MORA DO RÉU, NOS TERMOS DO ART. 485, IV, DO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL - RECLAMO INTERPOSTO PELA INSTITUIÇÃO FINANCEIRA. DOCUMENTO CONFECCIONADO PELO PROCURADOR DA CASA BANCÁRIA E ENCAMINHADO VIA EMPRESA BRASILEIRA DE CORREIOS E TELÉGRAFOS - REDAÇÃO CONFERIDA AO ART. , § 2º, DO DECRETO-LEI N. 911/1969, PELA LEI N. 13.043/2014, QUE ADMITE A COMPROVAÇÃO DA "MORA DEBITORIS" MEDIANTE CARTA REGISTRADA COM AVISO DE RECEBIMENTO - CORRESPONDÊNCIA RETORNADA COM INDICAÇÃO "AUSENTE" - POSTERIOR PROTESTO DO TÍTULO POR EDITAL QUE NÃO FOI PRECEDIDO DE TENTATIVAS DE ESGOTAMENTO DE INTIMAÇÃO DO FIDUCIANTE NOS ENDEREÇOS INDICADOS NO CONTRATO (RESIDENCIAL E COMERCIAL) - INOBSERVÂNCIA AO ART. 15DA LEI N. 9.492/1997 - MANUTENÇÃO DA DECISÃO DE EXTINÇÃO SEM RESOLUÇÃO DE MÉRITO, COM FULCRO NO ART. 485, IV, DO DIPLOMA PROCESSUAL - RECURSO DESPROVIDO.

A partir da alteração promovida pela Lei n. 13.043/2014, o art. , § 2º, do Decreto-Lei n. 911/1969 passou a dispor que para a comprovação da mora na alienação fiduciária não mais se exige que a notificação extrajudicial seja realizada por intermédio do Cartório de Títulos e Documentos, bastando a entrega de carta registrada com aviso de recebimento no endereço do devedor. Por outro lado, frustrada a tentativa de localização, admite-se a constituiçãoda mora por meio do protesto do título com intimação do fiduciante por edital, procedimento previsto na Lei 9.492/1997, que regulamenta a matéria. No caso "sub judice", o ato cientificatório foi encaminhado ao endereço comercial do acionado, retornando com a indicação "ausente". Diante disso, levou-se a protesto o título por edital (Lei n. 9.492/1997, art. 15). A despeito Não obstante, inocorreu o esgotamento de intimação do fiduciante, além de ignorada a existência do endereço residencial indicado no contrato. Portanto, nas circunstâncias apresentadas, afigura-se inválida a intimação editalícia juntada aos autos para fins de constituiçãoem mora do devedor. E, não tendo sido observado, pelo credor, pressuposto processual inerente às ações de busca e apreensão fundadas no referido Decreto-Lei, imperiosa a manutenção do comando judicial de extinção da demanda, com base no art. 485, IV, da Lei Adjetiva Civil. HONORÁRIOS RECURSAIS - RECLAMO DESPROVIDO - NECESSIDADE DE MAJORAÇÃO EM FAVOR DO PROCURADOR DA PARTE RECORRIDA - OFERECIMENTO DE CONTRARRAZÕES A SER PONDERADA NA QUANTIFICAÇÃO DO ESTIPÊNDIO ADICIONAL - ENTENDIMENTO ASSENTADO PELO SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA NO JULGAMENTO DOS EDCL. NO AGINT NO RESP. 1573573 / RJ. Nos moldes do posicionamento da Corte Superior, revela-se cabível a majoração dos honorários advocatícios em favor do causídico da parte recorrida nas hipóteses de não conhecimento integral ou desprovimento do reclamo interposto pela adversária, prescindindo tal acréscimo da apresentação de contraminuta, fato este que deve ser ponderado apenas para quantificação do estipêndio em sede de recurso. No caso, tendo em vista o desprovimento da insurgência, eleva-se a verba honorária em R$ 700,00 (setecentos reais), mantido o parâmetro estabelecido pela decisão impugnada e observada, para a fins de dimensionamento, o oferecimento de resposta à insurgência.
Disponível em: https://tj-sc.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/661784999/apelacao-civel-ac-3006692520188240092-capital-0300669-2520188240092

Informações relacionadas

Superior Tribunal de Justiça
Jurisprudênciahá 10 anos

Superior Tribunal de Justiça STJ - RECURSO ESPECIAL : REsp 0733934-18.2008.8.13.0024 MG 2010/0040271-5

Superior Tribunal de Justiça
Jurisprudênciahá 6 anos

Superior Tribunal de Justiça STJ - AGRAVO REGIMENTAL NO AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL : AgRg no AREsp 0399723-55.2013.8.21.7000 RS 2015/0057151-0

Tribunal de Justiça de Santa Catarina
Jurisprudênciahá 5 anos

Tribunal de Justiça de Santa Catarina TJ-SC - Agravo de Instrumento : AI 4009532-28.2016.8.24.0000 Brusque 4009532-28.2016.8.24.0000