jusbrasil.com.br
23 de Junho de 2021
2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça de Santa Catarina TJ-SC - Agravo de Instrumento : AI 259017 SC 2005.025901-7

Detalhes da Jurisprudência
Processo
AI 259017 SC 2005.025901-7
Órgão Julgador
Terceira Câmara de Direito Público
Partes
Agravante: Representante do Ministério Público, Agravado: Pedro Miqueletto Sentone, Interessado: Reitor da Universidade do Vale do Itajaí UNIVALI
Julgamento
10 de Janeiro de 2006
Relator
Rui Fortes
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

AGRAVO DE INSTRUMENTO - MANDADO DE SEGURANÇA - ENSINO SUPERIOR - DECISÃO CONCESSIVA DE LIMINAR - APROVAÇÃO EM VESTIBULAR SEM CONCLUSÃO DO ENSINO MÉDIO - PRETENSÃO DE MATRÍCULA - EXCEÇÃO CONCEDIDA APENAS AO ALUNO SUPERDOTADO - SITUAÇÃO QUE DEVE SER DECLARADA PELO CONSELHO FEDERAL DE EDUCAÇÃO INEXISTENTE - INOBSERVÂNCIA DO ART. 44, II, DA LEI N. 9.394/96 - RECURSO PROVIDO.

Nos termos da Resolução n. 09/78, do Conselho Federal de Educação, somente o aluno superdotado assim declarado, pode ingressar em curso universitário, sem o certificado de conclusão do segundo grau ou equivalente, por decisão do Conselho em data anterior à inscrição no vestibular.Destarte, a ausência de comprovação da conclusão do ensino médio, no momento da matrícula, enseja o indeferimento do pedido de ingresso no ensino superior, pois trata-se de condição essencial prevista no art. 44, II, da Lei n. 9.394/96. Assim sendo, os requisitos necessários para matrícula em cursos superiores exigidos no edital devem ser atendidos, em respeito àqueles que concluíram o segundo grau.
Disponível em: https://tj-sc.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/5393472/agravo-de-instrumento-ai-259017-sc-2005025901-7