jusbrasil.com.br
28 de Novembro de 2021
2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Detalhes da Jurisprudência
Processo
HC 93969 SC 2004.009396-9
Órgão Julgador
Segunda Câmara Criminal
Partes
Impetrante: Nilson Inácio Kuffel, Paciente: Sidnei Noel Rodrigues
Julgamento
25 de Maio de 2004
Relator
Sérgio Paladino
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Inteiro Teor

Dados do acórdão
Classe: Habeas Corpus
Processo:
Relator: Sérgio Paladino
Data: 2004-05-25

Habeas corpus n. , de Blumenau.

Relator: Des. Sérgio Paladino.

HABEAS CORPUS. PRISÃO EM FLAGRANTE. IMPETRAÇÃO VISANDO À SOLTURA. PACIENTE LIBERTADO. PERDA DO OBJETO. WRIT PREJUDICADO.

Vistos, relatados e discutidos estes autos de habeas corpus n. , da comarca de Blumenau (1ª Vara Criminal), em que é impetrante o Dr. Nilson Inácio Kuffel e paciente Sidnei Noel Rodrigues:

ACORDAM, em Segunda Câmara Criminal, à unanimidade, julgar prejudicado o pedido por falta de objeto.

Custas na forma da lei.

Trata-se de habeas corpus , com pedido de liminar, impetrado pelo Dr. Nilson Inácio Kuffel em favor de Sidnei Noel Rodrigues, preso em flagrante delito por infração ao art. 180, caput , do Código Penal, objetivando o relaxamento da segregação, aos argumentos de que não se configurou a situação de flagrância e de que a lavratura do respectivo auto ocorreu sem a presença de advogado ou familiar do paciente, detalhes que o viciam e tornam imperativa a sua liberação.

Alternativamente almeja a concessão de liberdade provisória, haja vista a desnecessidade da custódia, à míngua dos requisitos que autorizariam a prisão preventiva, gizando que é primário, não ostenta antecedentes criminais e tem residência fixa, sustentando, outrossim, que o despacho que indeferiu o benefício na instância a quo carece de fundamentação.

A liminar foi indeferida (fl. 40).

Após haver prestado as informações (fls. 44/45), o Dr. Juiz de Direito comunicou que concedera liberdade provisória ao paciente.

É o relatório.

O pedido ficou prejudicado em face da soltura do paciente, do que foi esta Corte cientificada pelo Dr. Juiz de Direito (fl. 45).

Ante o exposto, reputou-se prejudicado o pedido, à míngua de objeto.

Participaram do julgamento, com votos vencedores, os Exmos. Srs. Des. Maurílio Moreira Leite e Irineu João da Silva, emitindo parecer pela douta Procuradoria-Geral de Justiça o Dr. Luiz Fernando Sirydakis.

Florianópolis, 25 de maio de 2004.

SÉRGIO PALADINO

Presidente e relator


HC n.



Gab. Des. Sérgio Paladino


Gab. Des. Sérgio Paladino



Disponível em: https://tj-sc.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/5215370/habeas-corpus-hc-93969-sc-2004009396-9/inteiro-teor-11625713