jusbrasil.com.br
23 de Outubro de 2019
2º Grau

Tribunal de Justiça de Santa Catarina TJ-SC - Acao Direta de Inconstitucionalidade : ADI 211257 SC 2000.021125-7

AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE. PREFACIAIS DE INAPLICABILIDADE DA LEI FEDERAL N. 9.868/99 NO ÂMBITO DAS UNIDADES FEDERADAS E DE INCOMPETÊNCIA DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA PARA PROCESSAR E JULGAR AÇÃO DIRETA CONTRA LEI ESTADUAL CONTRASTADA COM NORMA DA CONSTITUIÇÃO LOCAL, QUE REPETE DISPOSITIVO DA CARTA MAGNA. REJEIÇÃO. APLICAÇÃO DO ART. 125, § 2º, DA CF. LEI ESTADUAL QUE INSTITUI CRECHE NA PENITENCIÁRIA FEMININA. CRIAÇÃO DE ÓRGÃO DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA. INICIATIVA RESERVADA AO CHEFE DO PODER EXECUTIVO. ART. 50, § 2º, INC. VI, DA CARTA BARRIGA VERDE. NORMA INDIGITADA ORIGINÁRIA DO LEGISLATIVO. VÍCIO DE INCONSTITUCIONALIDADE FORMAL. AUMENTO DE DESPESA. FALTA DE PREVISÃO ORÇAMENTÁRIA. AFRONTA AO ART. 123, INCISO I, DA CONSTITUIÇÃO ESTADUAL.

Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Processo
ADI 211257 SC 2000.021125-7
Órgão Julgador
Órgão Especial
Partes
Requerente: Governador do Estado de Santa Catarina, Requerido: Assembléia Legislativa do Estado de Santa Catarina
Publicação
Ação direta de inconstitucionalidade n. , da Capital.
Julgamento
20 de Março de 2002
Relator
Sérgio Paladino

Ementa

AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE. PREFACIAIS DE INAPLICABILIDADE DA LEI FEDERAL N. 9.868/99 NO ÂMBITO DAS UNIDADES FEDERADAS E DE INCOMPETÊNCIA DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA PARA PROCESSAR E JULGAR AÇÃO DIRETA CONTRA LEI ESTADUAL CONTRASTADA COM NORMA DA CONSTITUIÇÃO LOCAL, QUE REPETE DISPOSITIVO DA CARTA MAGNA. REJEIÇÃO. APLICAÇÃO DO ART. 125, § 2º, DA CF. LEI ESTADUAL QUE INSTITUI CRECHE NA PENITENCIÁRIA FEMININA. CRIAÇÃO DE ÓRGÃO DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA. INICIATIVA RESERVADA AO CHEFE DO PODER EXECUTIVO. ART. 50, § 2º, INC. VI, DA CARTA BARRIGA VERDE. NORMA INDIGITADA ORIGINÁRIA DO LEGISLATIVO. VÍCIO DE INCONSTITUCIONALIDADE FORMAL. AUMENTO DE DESPESA. FALTA DE PREVISÃO ORÇAMENTÁRIA. AFRONTA AO ART. 123, INCISO I, DA CONSTITUIÇÃO ESTADUAL.
"É competente o Tribunal de Justiça (e não o Supremo Tribunal), para processar e julgar ação direta contra lei estadual contrastada com a norma da Constituição local, mesmo quando venha esta a consubstanciar mera reprodução de regra da Carta Federal, cabendo, em tese, recurso extraordinário de decisão que vier a ser proferida sobre a questão." (ADIQO n. 1.529-MT, rel. Min. Octávio Gallotti, DJU de 28.02.97, p. 4.063) "Aparenta violação ao disposto no art. 50, § 2º, VI, da Constituição Estadual, simétrico com a Carta Magna (art. 61, § 1º, II, e), a lei estadual resultante de projeto de iniciativa parlamentar que dispõe sobre a criação, estruturação e atribuições de novo órgão da Administração Pública." (ADIN n. 99.021235-1, da Capital, rel. Des. Eder Graf)