jusbrasil.com.br
28 de Maio de 2022
  • 2º Grau
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Tribunal de Justiça de Santa Catarina TJ-SC - Revisão Criminal (Grupo Criminal): RVCR 5005858-83.2020.8.24.0000 TJSC 5005858-83.2020.8.24.0000

Detalhes da Jurisprudência
Órgão Julgador
Segundo Grupo de Direito Criminal
Julgamento
27 de Maio de 2020
Relator
SIDNEY ELOY DALABRIDA
Documentos anexos
Inteiro TeorTJ-SC_RVCR_50058588320208240000_743c0.rtf
Entre no Jusbrasil para imprimir o conteúdo do Jusbrasil

Acesse: https://www.jusbrasil.com.br/cadastro

Ementa

REVISÃO CRIMINAL. TRÁFICO DE DROGAS NAS IMEDIAÇÕES DE ESTABELECIMENTO DE ENSINO E HOSPITALAR (ART. 33, CAPUT, C/C O ART. 40, III, AMBOS DA LEI N. 11. 343/06). SENTENÇA CONDENATÓRIA CONFIRMADA EM SEDE DE APELAÇÃO CRIMINAL. REQUERIDA A CONCESSÃO DE JUSTIÇA GRATUITA. AÇÃO AUTÔNOMA DE IMPUGNAÇÃO ISENTA DE CUSTAS. NÃO CONHECIMENTO NO PONTO.

"A ação revisional não possui ônus processual, motivo pelo qual é descabido o pedido de justiça gratuita" ( Revisão Criminal n. 4013779-47.2019.8.24.0000, de Pinhalzinho, rel. Des. Carlos Alberto Civinski, Segundo Grupo de Direito Criminal, j. em 30/10/2019). PEDIDO REVISIONAL. ALEGADA NULIDADE ABSOLUTA DO PROCESSO DE ORIGEM. AUSÊNCIA DE REALIZAÇÃO DA AUDIÊNCIA DE CUSTÓDIA. IRREGULARIDADE SUPERADA COM A DECRETAÇÃO DA PRISÃO PREVENTIVA. AUSÊNCIA DE PREJUÍZO. NULIDADE INEXISTENTE. A alegação de nulidade pela ausência de realização da audiência de custódia resta superada com a decretação da prisão preventiva, não constituindo causa apta a nulificar o processo criminal. REVISÃO CRIMINAL PARCIALMENTE CONHECIDA E, NESSA EXTENSÃO, INDEFERIDA.
Disponível em: https://tj-sc.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/1105702655/revisao-criminal-grupo-criminal-rvcr-50058588320208240000-tjsc-5005858-8320208240000

Informações relacionadas

Tribunal de Justiça de Santa Catarina
Jurisprudênciahá 3 anos

Tribunal de Justiça de Santa Catarina TJ-SC - Apelação Criminal: APR 0000764-24.2018.8.24.0159 Armazém 0000764-24.2018.8.24.0159

Superior Tribunal de Justiça
Jurisprudênciahá 2 anos

Superior Tribunal de Justiça STJ - AGRAVO REGIMENTAL NO HABEAS CORPUS: AgRg no HC 561160 MG 2020/0032699-5

Superior Tribunal de Justiça
Jurisprudênciahá 6 anos

Superior Tribunal de Justiça STJ - AGRAVO REGIMENTAL NO HABEAS CORPUS: AgRg no HC 353887 SP 2016/0101068-0