jusbrasil.com.br
3 de Dezembro de 2016
    Adicione tópicos

    TJ-SC - Apelação Cível : AC 494861 SC 2011.049486-1

    CIVIL E PROCESSUAL CIVIL. AÇÃO DE DESPEJO. LOCAÇÃO COMERCIAL. DENÚNCIA VAZIA. ARGÜIÇÃO DE CARÊNCIA DE AÇÃO POR AUSÊNCIA DE PRÉVIA NOTIFICAÇÃO JUDICIAL. DESNECESSIDADE. NOTIFICAÇÃO EXTRAJUDICIAL SUFICIENTEMENTE VÁLIDA. PRELIMINAR AFASTADA. CONTRATO VENCIDO E PRORROGADO POR PRAZO INDETERMINADO. PRETENSÃO DE INDENIZAÇÃO PELO FUNDO DE COMÉRCIO. INVIABILIDADE, PORQUANTO NÃO PROPOSTA HABILMENTE (ANTES DO TÉRMINO DO CONTRATO) A RESPECTIVA AÇÃO RENOVATÓRIA. PLEITO DE RETENÇÃO OU INDENIZAÇÃO PELAS BENFEITORIAS REALIZADAS. INEXISTÊNCIA DE PROVAS QUANTO AO EFETIVO MELHORAMENTO DO IMÓVEL. CLÁUSULA CONTRATUAL QUE EXCLUI EXPRESSAMENTE O DIREITO DE RETENÇÃO OU INDENIZAÇÃO POR BENFEITORIAS. SENTENÇA MANTIDA. RECURSO DESPROVIDO.

    Processo
    AC 494861 SC 2011.049486-1
    Orgão Julgador
    Terceira Câmara de Direito Civil
    Partes
    Apelante: Neusa Salete Covolan, Apelada: Maria Waltair Carvalho
    Publicação
    Apelação Cível n. , de Lages
    Julgamento
    22 de Agosto de 2011
    Relator
    Marcus Tulio Sartorato
    Andamento do Processo

    Ementa

    CIVIL E PROCESSUAL CIVIL. AÇÃO DE DESPEJO. LOCAÇÃO COMERCIAL. DENÚNCIA VAZIA. ARGÜIÇÃO DE CARÊNCIA DE AÇÃO POR AUSÊNCIA DE PRÉVIA NOTIFICAÇÃO JUDICIAL. DESNECESSIDADE. NOTIFICAÇÃO EXTRAJUDICIAL SUFICIENTEMENTE VÁLIDA. PRELIMINAR AFASTADA. CONTRATO VENCIDO E PRORROGADO POR PRAZO INDETERMINADO. PRETENSÃO DE INDENIZAÇÃO PELO FUNDO DE COMÉRCIO. INVIABILIDADE, PORQUANTO NÃO PROPOSTA HABILMENTE (ANTES DO TÉRMINO DO CONTRATO) A RESPECTIVA AÇÃO RENOVATÓRIA. PLEITO DE RETENÇÃO OU INDENIZAÇÃO PELAS BENFEITORIAS REALIZADAS. INEXISTÊNCIA DE PROVAS QUANTO AO EFETIVO MELHORAMENTO DO IMÓVEL. CLÁUSULA CONTRATUAL QUE EXCLUI EXPRESSAMENTE O DIREITO DE RETENÇÃO OU INDENIZAÇÃO POR BENFEITORIAS. SENTENÇA MANTIDA. RECURSO DESPROVIDO.

    1. Nos contratos comerciais por prazo indeterminado é reservado ao locador a sua retomada, mediante prévia notificação do locatário, nos precisos termos do art. 57 da Lei n.º 8.245/91. 2. "Conforme exegese do art. 35 da Lei n. 8.245/91, o locador estará isento da indenização pelas benfeitorias realizadas no imóvel locado, até mesmo das necessárias, quando constar do contrato cláusula categórica indicando a renúncia ao direito indenizatório, prevendo inclusive a incorporação das obras ao bem" (AC n. , rel. Des. Mazoni Ferreira). 3. É descabida a indenização a título de fundo de comércio no caso de resolução unilateral do contrato de locação não residencial por prazo indeterminado sem pleito de renovação.

    Veja essa decisão na íntegra
    É gratuito. Basta se cadastrar.
    Disponível em: http://tj-sc.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/20264453/apelacao-civel-ac-494861-sc-2011049486-1

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)